CFBio - Conselho Federal de Biologia
ÁREAS DE ATUAÇÃO SaúdePORTAL DOS BIÓLOGOSPORTAL DA SAÚDESelo CFBio de Qualidade de Cursos de Ciências BiológicasNormativas de Interesse dos BiólogosPerguntas Frequentes Universidades Públicas Links Úteis Sindicatos e Associações de BiólogosLAI

REDES SOCIAIS

Facebook Twitter Google Plus
Youtube Linkedin Instagram

TEMPO HOJE

BUSCA DE CEP

 

Correios

Prof. Ângelo Machado recebe do CFBio o Título de Biólogo Honorário

Publicado em: 13/03/2017


O Conselho Federal de Biologia (CFBio) concedeu nesta sexta-feira, dia 10 de março, o Título de Biólogo Honorário ao professor emérito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Ângelo Barbosa Monteiro Machado. A cerimônia foi realizada às 20h em Belo Horizonte, no auditório do CRBio-04, responsável pela proposição do título. O presidente do CFBio, Wlademir João Tadei, presidiu a solenidade, que contou com a presença de amigos e familiares do professor.

O Título de Biólogo Honorário foi instituído e sua outorga regulamentada pela Resolução CFBio nº 353, de 05 de dezembro de 2014. A honraria é concedida pelo CFBio a profissionais de outras áreas que, com a excelência de seu trabalho, atuaram em favor das Ciências Biológicas, tendo prestado relevantes serviços à sociedade, salvaguardando e ampliando o espaço de atuação profissional do Biólogo. Como entomologista, Ângelo Machado descreveu cerca de 100 espécies de libélulas.

Durante seu pronunciamento, o presidente Wlademir João Tadei ressaltou que o título é a mais alta honraria que um cidadão não Biólogo pode receber do Sistema CFBio/CRBios e que o processo para sua concessão é rigoroso. "Desde que foi instituído por Resolução, este é o primeiro título de Biólogo Honorário concedido pelo Conselho Federal, visando homenagear profissionais de outras áreas que se dedicaram, de maneira notável, à uma das mais belas e importantes Ciências, a que estuda a vida, todas as formas de vida", destacou.

O presidente do CFBio afirmou ainda que, a partir dessa solenidade, torna-se público o "reconhecimento à história de vida desse ilustre profissional", bem como a satisfação de "tê-lo ao nosso lado como Biólogo Honorário, título este cuja concessão foi aprovada por unanimidade pelo Plenário do CFBio".

Por fim, Wlademir Tadei cumprimentou e agradeceu o professor Ângelo Machado. "Parabéns em nome de todo o Sistema CFBio/CRBios pelo edificante exemplo. E obrigado pela vida dedicada às Ciências Biológicas, fato que o colocou entre os grandes Biólogos brasileiros, e assim, o senhor se tornou, direta ou indiretamente, Mestre de todos nós", concluiu o presidente do CFBio.

Na sequência o presidente do CRBio-04, Tales Heliodoro Viana, relembrou os 40 anos de convívio com o professor e alguns momentos que viveram juntos, como o I Encontro Mineiro de Biólogos e a chegada do primeiro microscópio eletrônico de varredura à UFMG. "Ângelo Machado é e sempre foi um Biólogo, no melhor sentido da palavra, pois é um grande apaixonado pela vida. Seja bem-vindo ao grupo dos seus", exaltou Tales.

Após receber certificado e uma placa das mãos dos presidentes do CFBio e do CRBio-04, o professor Ângelo Machado fez um divertido discurso de agradecimento. "Formei-me em Medicina, mas nunca exerci. E foi dessa forma que salvei muitas vidas. No sexto ano de curso estava de plantão em um Pronto Socorro às duas da manhã e pensando 'o que estou fazendo aqui? Eu gosto é de bicho'. Foi quando a enfermeira entrou dizendo que uma paciente precisava de ajuda. Ela reclamava de muita dor no ouvido e, ao examiná-la, percebi que tinha algo mexendo ali. Peguei uma pinça e tirei um besouro lá de dentro. Ela perguntou 'doutor, é grave?', e eu respondi 'não, é raríssimo!'. Naquele momento, de forma simbólica, eu estava largando a Medicina para ser Biólogo, Entomólogo".

O professor também aproveitou a oportunidade para fazer um chamamento a todos os profissionais das Ciências Biológicas. "Prezados colegas Biólogos, juntos temos que enfrentar um dos maiores problemas da humanidade: a crise ambiental. Denunciada pela primeira vez na Conferência de Estocolmo, a consciência ecológica melhorou bastante de lá pra cá. Houve grandes progressos na luta pela conservação do meio ambiente, graças, principalmente, à ação dos Biólogos ambientalistas e educadores ambientais. Lamentavelmente, entretanto, nos últimos dois anos, houve um retrocesso. A grande ameaça, hoje, vem principalmente do Congresso Nacional. Nós, Biólogos, devemos aumentar nossa atuação tanto no plano técnico quanto político", pontuou Ângelo.

O discurso de agradecimento do professor foi transmitido ao vivo via Facebook e está disponível na página do CRBio-04 na rede: https://www.facebook.com/CRBio04/videos/503252856464988/. Em breve o vídeo completo do evento será disponibilizado no YouTube. 

Carreira

Ângelo Machado graduou-se em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1958 e concluiu seu Doutorado em Anatomia em 1963. Porém, nunca exerceu a profissão, dedicando-se ao ensino e à pesquisa na área de Neurobiologia. Foi o responsável pela criação do Laboratório de Neurobiologia e do Centro de Microscopia Eletrônica do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

Em 1987 submeteu-se a novo concurso para a docência, tornando-se professor adjunto de Entomologia. Ao longo de sua vida reuniu uma coleção de 35 mil libélulas, que foi doada à UFMG em 2015.

Exerceu vários cargos em sociedades científicas e agências de fomento, destacando-se os seguintes: vice-presidente da SBPC; membro dos Conselhos da FINEP, SBPC, Sociedade Internacional de Odonatologia e Sociedade Brasileira de Zoologia. Nesta última, coordenou o grupo de trabalho que elaborou a lista oficial de espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção. Foi ainda Consultor da CAPES e membro da Comissão de Sociedades Científicas.

Atualmente é diretor-presidente da Fundação Biodiversitas, organização dedicada à conservação da biodiversidade brasileira. Tem 165 publicações científicas (85 trabalhos, a maioria em revistas internacionais e 80 resumos) e um livro didático (Neuroanatomia Funcional). É autor, também, de uma série de livros infantis que exploram a temática da Biologia, e que já lhe renderam um Prêmio Jabuti.

Com informações do CRBio-04




Voltar Imprimir este artigo