Clique aqui para imprimir

Em ofício a Bolsonaro, CFBio manifesta preocupação com possível fusão de ministérios

Publicado em: 01/11/2018

O presidente do Conselho Federal de Biologia, Wlademir João Tadei, encaminhou nesta quinta-feira, dia 1 de novembro de 2018, ofício ao presidente eleito Jair Bolsonaro manifestando preocupação quanto à notícia veiculada sobre a possível fusão do Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Tendo em vista as diferentes competências desses dois Ministérios, o CFBio pede “reflexão sobre a questão visando um futuro melhor para o nosso País, com a melhoria das condições de vida da população brasileira”. O ofício foi entregue na Casa Civil, no Palácio do Planalto, em Brasília, e será encaminhado para a equipe de transição do novo governo.

No documento, o Conselho Federal de Biologia destaca a imensidão da biodiversidade brasileira que abriga importantes biomas, bem como ressalta a importância de nossas florestas, principalmente a Amazônica. As florestas contribuem para o clima, para o regime de chuvas e para a manutenção dos rios. Por outro, lado o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é importante na definição de políticas públicas para a produção agrícola e animal e também para exportação.

Diante desse cenário, o CFBio reitera no ofício a necessidade de administrar interesses e conflitos a fim de maximizar os benefícios para o meio ambiente, pois sua degradação pode trazer sérias consequências. Dentre elas estão o aumento do desmatamento, a diminuição das populações animais, de vertebrados e invertebrados, além da diminuição de polinização e, consequentemente, a diminuição da produção de alimentos, o desaparecimento de nascentes, e modificações no clima e nos regimes de chuva.